Homenagem ao meu filho

A figura de ti
Aparece no espelho que imagino,

Penetra como um belo cisne
Imponente nas águas límpidas
Da alma.

Atingi seu próprio brilho
Fluindo e se manifestando,
Emergindo de mim.

No mar de luz
Ultrapassa através da percepção
Tua própria densidade.
Serás sempre o meu poema
Dora Dimolitsas

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s