Arquivo do mês: janeiro 2006

Teu corpo nu

Toda noite, ao deitar sinto sua presença. Percebo que,            Ao pentear meus cabelos longos, é como se estivesse Fazendo uma massagem em seu corpo. É como se tivesse me olhando,           Observando-me, e sinto, como se suas mãos, em … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 5 Comentários

Passei no Olimpo

No Olimpo passei, e de Apolo emprestei, Sua carruagem e seus Cisnes, para em teu. Universo viajar, o que enxerguei eu gostei. Luzes e cores e muitos amores, apagando as dores. Ofuscando até o meu olhar. Mas pra não complicar … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 3 Comentários

meus olhos molhados

    Meus Olhos, qual esmeraldas. Ao seres lapidados, brilhou. Por ser mal tratada apagou.     Qual flor em dor Do roseiral, soltou. Em pétalas desfolhou   Como uma pena voou Pra longe, A procura de Paz.   Hoje … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Fauna e Flora

Eu vou trabalhar para o  Brasil ajudar, A fauna e a flora é preciso salvar E a madeira não pode queimar Pois nossos rios vão secar. Muito triste imaginar nossas Crianças sem o verde ficar. Como será se o homem … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

Desabrochar

Como flor desabrochou, quando você me tocou. Em meu sonho vi você chegar, Tocar-me e me afagar.   Suspirar e pensar em me abraçar Em pétalas vermelhas, macias e cheirosas. Desfolhei-me.   Você me regou com seu, doce molhar. E … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 1 Comentário

VENHA ME VISITAR

  QUE BOM QUE VOCÊ VEIO ME VISITAR

Publicado em Sem categoria | 3 Comentários

São Paulo A Noite

São Paulo de noite nas ruas Parece  núa com suas cores suas luzes piscando Todas no mesmo ritmo, como um grande coração. As luzes parecem pulsação, Nos bares a vida noturna embala Às caras que encaram no peito a noite. … Continuar lendo

Publicado em Sem categoria | 4 Comentários